O bloqueio do Canal de Suez

No último dia 23 de Março um navio Ever Given da empresa Evergreen ficou preso e bloqueou o Canal de Suez. Com o encalhamento, diversas embarcações ficaram impedidas de circular pelo local. Durante o período que ficou preso, mais de 400 embarcações ficaram na fila de espera de liberação. 

Inaugurado em 17 de novembro de 1869, o Canal de Suez fica localizado no Egito e é a ligação mais curta entre a Ásia e a Europa,  ligando o Mar Vermelho ao Mediterrâneo. Em 2019, cerca de 50 embarcações atravessaram o canal por dia, o que representa quase um terço do tráfego mundial de navios de contêineres. Além disso, a rota é responsável por mais de 10% de todo comércio internacional e concentra grande parte do petróleo transportado por mar. Cerca de US $5,1 bilhões em mercadorias passam pelo canal por dia no sentido da Europa e aproximadamente US $4,5 bilhões no sentido da Ásia. Sendo assim, o bloqueio do Canal de Suez representou uma grande tensão para o comércio internacional.

Para se ter uma dimensão do Canal, a equipe da Strategos separou os demonstrativos abaixo com base nos dados disponibilizados pela Autoridade do Canal de Suez (SCA): 

Por meio desses dados dá pra se ter uma noção da importância e do volume do Canal de Suez. Dessa forma, o bloqueio do canal representa uma grande perda para o comércio mundial, tendo em vista que diversos navios não conseguiram manter a sua rota como planejado e, assim, ocasionando uma série de prejuízos e um efeito cascata na economia. Além disso, se observa alguns pontos que sofreram mais com isso, como é o caso do Egito que será analisado a seguir. 

Os impactos na economia Egípcia 

O país já vem de uma crise econômica desde 2013 – Primavera Árabe – e mais recentemente teve sua dívida pública aumentada exponencialmente, em razão de projetos de infraestrutura iniciados, como por exemplo a mudança da capital de Cairo para outro lugar, o qual está sendo construído do zero. Além disso, no último ano foi concedido um empréstimo do Fundo Monetário Internacional (FMI) ao país de US $8 bilhões. Sem esquecer também dos impactos do coronavírus

O Canal em si, representa 2% de todo o Produto Interno Egípcio, isso sem levar em consideração a zona econômica ao redor de Suez. A principal receita relacionada a fronteiras diretas do Egito vem do pedágio para cruzar, o qual,apenas em 2020, resultou em US 5,5 bilhões para economia egípcia. Sendo assim, mesmo no curto período de tempo que foi o incidente envolvendo o Ever Given, os impactos ao país só poderão ser confirmados no futuro. 

Paralelos Históricos  

Essa não foi a primeira vez que o canal sofreu bloqueio, em outros dois momentos históricos isso aconteceu e assim podemos observar os impactos que isso gerou na economia mundial. A primeira vez aconteceu em 1956, após a nacionalização do Canal por parte do Egito, devido a impasses com os Estados Unidos, o que resultou em uma intervenção militar internacional na região por parte da França, do Reino Unido e de Israel. Na situação, o canal ficou bloqueado no Período de Outubro de 1956 até Abril de 1957.

A segunda ocasião que resultou no bloqueio do canal foi a Guerra dos Seis Dias (1967), em que Israel anexou parte do território egípcio e, por consequência, passou a dominar a margem Oriental de Suez. Como resposta, o Egito afundou intencionalmente navios nas duas pontas do Canal, impedindo a entrada de novas frotas e também não permitindo a saída dos navios que estavam a cruzar aquela faixa do percurso. O canal ficou bloqueado por 8 anos, ou seja, até 1975.  

Em valores corrigidos, os custos extras de transporte ocasionados por essas situações foram de 50bi de dólares, o comércio marítimo teve uma queda de 20% em seu volume e só veio a recuperá-lo 4 anos após a Guerra do 6 dias, segundo o Banco de Dados do Fundo Monetário Mundial (FMI). Esses dois momentos também motivaram as empresas a buscar navios com dimensões maiores para diminuir os custos com o frete, como é o caso do Ever Given que encalhou recentemente.  

O desfecho do bloqueio 

Para desencalhar o Ever Given, foi feita uma intensa operação que teve duração de 6 dias. Em sua execução, foram necessários navios rebocadores e dragas, porém um fator de alta relevância foi o fenômeno de marés de sizígia, que ocorre quando há o alinhamento de três corpos de um mesmo sistema gravitacional. Esse fenômeno influencia as marés, que ficam mais intensas e, no caso do Canal de Suez, subiu 46 centímetros. Assim, foi possível desencalhar a embarcação.

O Canal de Suez é uma das mais importantes rotas marítimas do mundo, por isso, o sucesso na operação que desencalhou a embarcação representou um alívio para o cenário internacional. Estima-se que as perdas econômicas causadas direta ou indiretamente pelo encalhamento passem de US $300 bilhões. O Canal é vital para o abastecimento de cadeias, carregando cargas de alimentos, combustível (petróleo e gás) e produtos manufaturados para a Europa. O preço do petróleo foi diretamente afetado, tendo um aumento de 6%. 

Por João Victor Mota e Júlia Gomes

Referências 

https://cpdoc.fgv.br/producao/dossies/JK/artigos/PoliticaExterna/CanalSuez

https://g1.globo.com/mundo/noticia/2021/03/30/canal-de-suez-7-numeros-para-entender-o-tamanho-da-crise-do-navio-dencalhado.ghtml

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2021/03/bloqueio-do-canal-de-suez-deixa-exportadores-asiaticos-e-europeus-a-ver-navios.shtml

https://www.gazetadopovo.com.br/vozes/filipe-figueiredo/canal-suez-infarto-comercio-global/

https://www.reuters.com/article/us-egypt-new-capital-idUSKBN2B91X3

https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2021/03/26/navio-encalhado-ever-given-canal-de-suez-efeitos-brasil.htm

https://g1.globo.com/mundo/noticia/2021/03/29/navio-encalhado-no-canal-de-suez-volta-a-flutuar-apos-seis-dias.ghtml

https://valor.globo.com/mundo/noticia/2021/03/26/como-a-megaoperao-de-resgate-do-navio-que-encalhou-no-canal-de-suez.ghtml

https://www.uol.com.br/tilt/noticias/redacao/2021/03/30/como-a-lua-cheia-deu-o-empurraozinho-que-liberou-navio-do-canal-de-suez.htm

https://economia.uol.com.br/noticias/bbc/2021/03/26/navio-encalhado-no-canal-de-suez-por-que-incidente-pode-piorar-crise-economica.htm

Fonte da imagem:

https://operamundi.uol.com.br/hoje-na-historia/1975/hoje-na-historia-1869-inaugurado-o-canal-de-suez-no-egito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: